11 de jun de 2007

SÃO PAULO - Segundo levantamento divulgado pela corretora Merrill Lynch a obesidade tornou-se uma verdadeira epidemia e está se alastrando rapidamente por todo o mundo. A pesquisa destaca que, vivendo em um mundo mais desenvolvido, as pessoas tendem a ter mais problemas de peso.

De acordo com o estudo, o desenvolvimento mundial gera um mundo mais rico e urbanizado. Com isso, as pessoas comem mais proteínas e adotam um estilo de vida mais sedentário; conseqüentemente, ganham mais quilos.

Custos
A Merrill Lynch constata que estar acima do peso não é apenas problema da maioria dos pacientes. Conforme divulgou o estudo, especialistas estimam que em torno de 30 doenças são causadas pela obesidade.

Como constatou a pesquisa, até mesmo mortes prematuras podem estar associadas ao excesso de peso. Além disso, os custos para combater o problema são altos, especialmente em países desenvolvidos, onde a população aumenta rapidamente.

Obesidade infantil
A obesidade infantil também cresce à medida em que as crianças, além de consumirem comidas pouco saudáveis, tais como lanches e fast foods, não realizam exercícios físicos.

Dados da pesquisa mostram que, em 2005, das 1,6 bilhão de pessoas ao redor do mundo consideradas acima do peso, 400 milhões de pessoas eram classificadas como obesas.